5 motivos que fazem suas resoluções de Ano Novo falharem

Qualquer um de nós consegue pensar facilmente em diversas desculpas que nos impediram de alcançar sucesso nas resoluções dos anos passados. Desculpas a parte, vamos listar as cinco principais razões que suas resoluções não alcançaram os resultado esperados.

1. Suas expectativas não eram realistas

Quer perder 20 Kg de seus 80kg? Quer ganhar a corrida de São Silvestre? Talvez suas expectativas exageradas que estejam no caminho. Não tem nada de errado em querer se desafiar um pouco e aprender durante esse processo, mas fazer isso em excesso pode te deixar desanimado e aumentar a chance de desistir da ideia. Cada resolução desafiadora exige grande organização e energia, e fazer várias delas simultaneamente pode ser demais. É importante notar que cumprir resoluções pode levar muito tempo e que pode ser que você não perceba os resultados imediatamente, então prepare o investimento de tempo para manter-se motivado a alcançar seus objetivos.

2. Suas resoluções não foram definidas de maneira adequada

“Eu quero viajar mais”, “Vou ser mais responsável” ou ainda “Vou ser melhor na minha família” são resoluções encaminhadas pro fracasso. Isso porque elas são muito vagas, e não levam para um resultado bem definido. Para ser bem sucedidas, suas resoluções de ano novo precisam ter TEMA (TEMPO DEFINIDO, ESPECÍFICA, MENSURÁVEIS e ALCANSÁVEIS). Não adianta apenas definir o que você quer, também é necessário elaborar um plano passo-a-passo de como você vai chegar lá e como você vai avaliar seu progresso. Resoluções bem definidas têm base sólida para prosperar.

3. Você não estava com a mentalidade correta

Querer uma coisa e trabalhar para consegui-la são duas coisas muito diferentes. É difícil se concentrar em uma mudança quando você está em um momento de vida difícil. Por exemplo, as vezes o ano passado você desejava ter mais responsabilidades e mais sucesso profissional, mas sua mente estava o tempo toda presa em diversos problemas ocorrendo em casa. Ou decidiu que iria parar de fumar, mas não fez o esforço de evitar lugares e costumes que são “tentações”, e acabou recaindo rapidamente no velho hábito. Transtornos mentais como a depressão, por exemplo, podem prejudicar muito a capacidade de decisão e de perseverança em uma meta. Se você não estiver motivado e preparado para o esforço da mudança qualquer distração ou obstáculo pode atrapalhar muito seu sucesso.

4. Seu gerenciamento do tempo foi pobre

Vamos supor que “fazer exercícios” fazia parte de suas resoluções. Você conseguiu estabelecer o tipo de exercício e como iria começar a fazê-lo. E de repente a correria recomeça e seus planos e melhores intenções ficam perdidas entre coisas que parecem urgentes, como lavar a louça, tirar o lixo pra fora, ir ao supermercado etc… Usar o seu tempo de maneira eficiente não tem a ver com fazer absolutamente tudo que está na sua lista de pendências, é sobre saber quais são suas prioridades, e decidir baseado em valores, e não em impulso ou comodismo.

5. Você não conseguiu dizer NÃO para as distrações

Mesmo coisas pequenas minam seu tempo e desperdiçam sua energia, adicionando estresse no seu dia a dia e te afastando das coisas que realmente importam para você. Distrações podem te fazer perder oportunidades fantásticas. Elas fazem com que você se sinta ocupado e cansado, mas não te ajudam a alcançar nenhum objetivo. Pare para pensar quais são as distrações que estão no seu caminho. O tempo investido em redes sociais realmente te acrescentam algo? Quanto tempo você investiu em programa televisivos? Todas as pendências da casa precisam ser resolvidas imediatamente a custa de seus projetos? Ao eliminar distrações desnecessárias você conseguirá abrir espaço para as coisas que realmente importam e te colocarão um passo mais perto das promessas que você fez a si mesmo.

Com 2017 virando a esquina, faça resoluções que possam realmente impactar a sua vida de maneira positiva. Aproveite os erros do passado para fazer resoluções realmente significativas. Se você gostou desse post e não quer perder o passo-a-passo de como fazer uma boa resolução, curta a nossa página no Facebook e siga a Pleni!

Rodrigo Scalia

About Rodrigo Scalia

Formado em medicina pela Universidade Federal de Uberlândia. Residência em psiquiatria pela Universidade Federal de Uberlandia, mestrando do Programa de ciências da saúde da Universidade Federal de Uberlândia. Pós graduação em Terapia de familia e casal pelo Instituto de terapia familiar do triângulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *