fbpx

Ondas de calor podem estar associadas a desordens mentais

Verão chegando e muita gente super animada para curtir os dias mais quentes do ano.
Mas nem para todo mundo essa é a estação mais badalada do ano. Pode parecer bizarro, mas foi comprovado cientificamente: ondas de calor podem estar associadas a desordens mentais.

Um estudo desenvolvido com base nos dados de admissões de paciente em um hospital no Vietnã mostrou que o número de internações por transtornos mentais aumentou 24% durante o clima quente, como na temporada de verão e eventos de ondas de calor com temperatura média de mais de 35ºC por pelo menos 3 ou 7 dias consecutivos.

Quando as ondas de calor duraram pelo menos 7 dias consecutivos foi o dobro do tamanho durante as ondas de calor de pelo menos 3 dias consecutivos. Parece muito? Os dados não param por aí, o estudo comprovou ainda que a mudança não precisa ser grande: houve um aumento de 2% das internações quando a temperatura média subiu um único grau.

Este cenário requer uma boa preparação e soluções para gerir um potencial aumento de perturbações mentais e para proteger populações pobres e grupos em com a saúde debilitada.

À medida que o fenômeno do aquecimento global emerge e as temperaturas médias aumentam, esses resultados mostrando uma associação entre o calor e os problemas de saúde mental podem ajudar profissionais a planejarem estratégias e desenvolverem mais estudos para entender como essa correlação se aplica, visando sua prevenção e tratamento.

Então, a dica para esse verão que se inicia é: proteja-se. Se hidrate, cuide da sua saúde física e mental e, se der, evite se expor nos momentos de maior calor.

Fonte: Umeå universitet. “Heat exposure associated with mental illness: older people in rural areas especially vulnerable.” ScienceDaily. ScienceDaily, 21 March 2017. .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *