Sim, você consegue parar de fumar!

Fumar é um vício e parar de fumar é um desafio que pode ser vencido com a ajuda da terapia cognitivo-comportamental.

Como isso é possível?

Os tabagistas desenvolvem crenças errôneas relacionadas ao fumo. Eles têm pensamentos automáticos que os prejudicam, como este exemplo: “se eu não fumar, não consigo pensar ou me concentrar” “se eu parar de fumar, vou engordar” Porém eles podem sim pensar e se concentrar sem o cigarro e não necessariamente irão engordar se pararem, porque isso tem a ver com os sintomas de ansiedade e de como ele lida com alimentação e exercícios, nesse caso. Quem fuma quando está ansioso, faz isso porque condicionou o ato de fumar com o alívio da ansiedade ou porque pensa que acabará com o problema que está causando a ansiedade.

O tabagista também fuma após tomar café ou antes de dormir ou em situações tensas, como antes de reuniões ou eventos importantes, criando um condicionamento:

fumar + situação estressante = estado emocional melhor

A boa notícia é que a terapia cognitivo-comportamental ajuda a mudar o pensamento e o comportamento do tabagista com algumas técnicas:

1) Primeira dica muito importante: descubra porque VOCÊ e não seu amigo ou vizinho querem parar de fumar. Qual é sua verdadeira motivação? conquistar a namorada que não gosta de cigarro? engravidar e ter uma gestação saudável? melhorar a cor dos dentes? Cada um tem sua verdadeiro porque e é a ele que deve se agarrar para ter força neste desafio.

2) Percebendo e controlando os “gatilhos” (o que o faz você querer fumar).

3) Desenvolvendo e reforçando alternativas de “bons hábitos”: exercício físicos e mentais, caminhadas, meditação, relaxamento, que substituam a idéia de que o cigarro diminui a ansiedade. E então, virá o condicionamento: caminhada + situação estressante = estado emocional melhor.

4) Auto-recompensas: para cada dia sem cigarro ou pela diminuição do número de cigarros não fumados.

No Dia Nacional do Combate ao Fumo, trago algumas dicas efetivas de como começar a batalha contra tabagismo, vício tão prejudicial a saúde física e mental. Mas lembre-se que não há nenhum plano como correr, dieta, hobby, que melhoram mais sua saúde que deixar este vício para trás! Comece já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *