Solidão no casamento

Ser casado não impede ninguém de se sentir sozinhos. É muito frequente observarmos essa queixa durante a terapia: apesar de estarem casados há 5, 10 ou 20 anos, os cônjuges se sentem sós. Em um estudo que encontrou a sensação de solidão crônica em 20% da população, 62,5% das pessoas que se sentiam muito sozinhas eram casadas. O problema é que se sentir sozinho em uma relação, apesar de ser bem comum, raramente é discutido a dois, e ignorar essa sensação abre portas para distanciamento no casamento, e até mesmo consequências físicas e psicológicas, como enfraquecimento do sistema imune, estado de inflamação crônica e aumento de risco para depressão e ansiedade.

Como que a solidão afeta o casamento

Apesar de acreditarmos que estar casados nos protege da solidão, este não é o caso. A solidão é determinada pela qualidade SUBJETIVA dos nossos relacionamentos, e não apenas pelo fato de vivermos com alguém. A solidão no casamento geralmente acontece de forma lenta, provocando uma falta de conexão entre os esposos que gradualmente cresce com os anos. 

Do nada, quando se percebe, as discussões sobre interesses comuns, acontecimentos globais, sonhos e objetivos se transformaram em monólogos para pura sobrevivência, do tipo: “acabou o leite”, ou “pagou a conta?” ou ainda assuntos focados apenas nos filhos. Outra coisa que acontece muito é o casal cultivar rotinas que os separam: um assiste televisão a noite enquanto o outro usa o computador; um dorme as 21hrs e acorda as 6 hrs e o outro dorme meia noite e acorda as 9. Ou seja, o amor e afeição vão se perdendo e, por medo de ficarmos sozinhos, nos mantemos em um relacionamento que , ironicamente, está nos mantendo justamente no sentimento que tentamos evitar. 

Como combater a solidão no casamento

Esse isolamento social pode até ter provocado uma atrofia nos seus “músculos de relacionamento”, já que eles estão um pouco encostados recentemente, mas é possível fortalecer esses músculos. Fazer isso vai exigir prática e paciência, mas desenferrujar essas habilidades relacionais podem fazer enorme diferença na sua relação:

 

1-  Tome a iniciativa.

Se você se sente sozinho é muito provável que o seu parceiro se sinta também. Mas ele ou ela provavelmente se sentem presos nesse ciclo de aversão e não conseguem quebrá-lo. Tente começar diálogos que não sejam apenas “de sobrevivência”. Pergunte a ele (a) sobre a sua opinião em determinado assunto e demonstre que está escutando. Não espere que haverá uma mudança rápida, já que hábitos são difíceis de quebrar, mas depois de algumas tentativas você já deve notar alguma melhora.

2- Crie experiências compartilhadas

Se a sua esposa está assistindo a série favorita dela (ou o jogo favorto dele), sente ao seu lado e diga: “você gosta tanto disso que vou tentar assistir pra ver o que é tão interessante”. Eles podem ficar confusos, e até suspeitos, mas seja sincero e encontre algo que gostou para falar no final.

Sugira algumas atividades que possam fazer em conjunto e que requiram pouco esforço da parte dele (a): uma volta no quarteirão, fazer uma comida juntos, assistir o seu vídeo de casamento, ver fotos de uma viagem juntos.

3- Pratique estar “do lado deles”

Quanto maior o tempo de casamento mais os cônjuges acreditam saber o que o outro está pensando. Os estudos (e o dia a dia de consultório) mostram que isso é bobagem. Não sabemos o que o outro está sentindo ou pensando ao menos que treinemos escutá-lo e tentar se colocar no seu lugar. Tente imaginar quais os maiores desafios e vivências que seu parceio está vivendo nesse momento, e como é ver o mundo “aos olhos dele (a)”. Treine entender antes de se fazer entendido, e expresse simpatia pelo seu modo de ser, aprofundando o laço que une vocês.

Não deixe que os anos passem e esse sentimento cresça. Parece óbvio, mas seu relacionamento pode ser muito mais apaixonante e divertido se for vivido a dois!

About Rodrigo Scalia

Formado em medicina pela Universidade Federal de Uberlândia. Residência em psiquiatria pela Universidade Federal de Uberlandia, mestrando do Programa de ciências da saúde da Universidade Federal de Uberlândia. Pós graduação em Terapia de familia e casal pelo Instituto de terapia familiar do triângulo

73 thoughts on “Solidão no casamento

  1. Pingback: {Buy Backlinks

  2. Pingback: best website design company

  3. Pingback: digital marketing strategy

  4. Pingback: huobi customer support

  5. Pingback: Metabolism Studies

  6. Pingback: Reactive metabolite

  7. Pingback: best Pharmacokinetic Screening services

  8. Pingback: his comment is here

  9. Pingback: digital marketing in Aberta

  10. Pingback: Free Teen Chat Rooms

  11. Pingback: pillarpaper.com

  12. Pingback: 急用現金

  13. Pingback: Movie Trailers

  14. Pingback: read the article

  15. Pingback: bitcoin hosting

  16. Pingback: pharmacokinetic studies in mice

  17. Pingback: FREE home evaluation

  18. Pingback: Top online Casinos in New Zealand with No Deposit Bonus

  19. Pingback: tanie domy drewniane ca³oroczne ceny

  20. Pingback: wykrywanie kabli

  21. Pingback: GVK bio sciences news updates

  22. Pingback: GVK bio sciences nacharam

  23. Pingback: GVK bio news

  24. Pingback: inflammatory pain models

  25. Pingback: agen poker

  26. Pingback: dobry psycholog kraków

  27. Pingback: agen judi online sasaqq

  28. Pingback: Situs Judi Online Terpercaya Di Indonesia

  29. Pingback: https://novapraxis.pl

  30. Pingback: Daftar Poker

  31. Pingback: http://www.piknik-event.pl

  32. Pingback: PokerAce99

  33. Pingback: Bilskrot Göteborg Kungälv

  34. Pingback: Buy CBD

  35. Pingback: 2019

  36. Pingback: International Moving Quotes

  37. Pingback: oglan sarp

  38. Pingback: gavat saarp

  39. Pingback: decentralized content sharing

  40. Pingback: redes informática

  41. Pingback: Adult Sex Toys

  42. Pingback: utilizari

  43. Pingback: poze

  44. Pingback: tipuri

  45. Pingback: arbeitsvermittlungkonik-24

  46. Pingback: https://www.goblet.pl/

  47. Pingback: #macron #Lassalle

  48. Pingback: adblock

  49. Pingback: personalised gifts for women

  50. Pingback: javsearch.mobi

  51. Pingback: Pengarportalen.se

  52. Pingback: website

  53. Pingback: Pralnia œwinoujœcie

  54. gamefly free trial

    I’ve been exploring for a little bit for any high-quality articles or blog posts
    on this sort of area . Exploring in Yahoo I ultimately stumbled upon this site.

    Studying this information So i’m happy to express
    that I’ve a very excellent uncanny feeling I discovered exactly what I
    needed. I most certainly will make sure to don?t put out of your mind this website and provides it a glance regularly.

  55. g

    Hmm it seems like your blog ate my first comment
    (it was extremely long) so I guess I’ll just sum it up what
    I had written and say, I’m thoroughly enjoying your blog. I as well am an aspiring
    blog blogger but I’m still new to the whole thing.
    Do you have any tips and hints for inexperienced blog writers?
    I’d certainly appreciate it.

  56. minecraft download free pc

    I was wondering if you ever thought of changing the structure
    of your website? Its very well written; I love what youve got to say.

    But maybe you could a little more in the way of
    content so people could connect with it better. Youve got an awful lot of text for only having one or two pictures.

    Maybe you could space it out better?

  57. Pingback: Google

Deixe uma resposta