fbpx

Você está com depressão? Faça um teste no nosso blog

O Brasil lidera o ranking latino americano quando o assunto é a temida depressão. Aqui, cerca de 5,8% da população tem a doença. Por isso, hoje trazemos um teste que foi divulgado pela Revista Saúde, mas que foi elaborado por profissionais da saúde para ajudar possíveis vítimas a identificarem os sintomas e tomarem consciência sobre a doença, principalmente conscientizando sobre a necessidade da busca por ajuda.

Mas vamos ao que interessa. Para realizar esse teste responda às perguntas abaixo com uma dessas opções:

Nenhuma vez 

Dois ou três dias 

Mais da metade dos dias 

Praticamente todos os dias 

Nas últimas duas semanas, com que frequência você se sentiu mal por alguns destes problemas?

1. Pouco interesse ou prazer em fazer as coisas.

2. Ficar para baixo, depressivo ou sem esperança.

3. Dificuldades para pegar no sono, insônia ou dormir demais.

4. Muito cansaço ou falta de energia.

5. Apetite reduzido ou exagerado.

6. Se sentir mal – você se considera fracassado ou acha que desapontou os seus familiares e amigos.

7. Problemas de concentração para realizar suas tarefas, ler notícias ou ver televisão.

8. Se locomover ou falar muito devagar, a ponto de outras pessoas notarem.

9. Pensar que seria melhor morrer, ou ter vontade de se machucar.

10. Se você passou por problemas ou dificuldades, foi muito difícil superá-los.

RESULTADO 

Se respondeu “mais da metade dos dias” ou “praticamente todos os dias” para mais de quatro tópicos (ou concorda com o item 9), é melhor consultar um psiquiatra.

Atenção: ainda que esse teste tenha potencial esclarecedor sobre a sua condição mental, ele não substitui, de maneira alguma, o diagnóstico médico.

__
Ainda falando sobre a depressão, um passo importante para superá-la é a desmistificação de todos os tabus que cercam a saúde mental. Você com certeza já deve ter ouvido alguém dizer que depressão é frescura, preguiça ou falta de Deus, mas, ainda que comuns, esse senso comum prejudica muito quem está doente.

Isso porque, diferente do que se pode imaginar, a depressão não é uma questão emocional, mas sim, uma doença física. O cérebro de uma pessoa depressiva não funciona “como deveria”, é como se houvesse um mal contato ali que prejudica também o corpo, causando alterações do apetite, do sono.

Por isso, a depressão é considerada uma doença incapacitante e que precisa ser tratada com muita importância, afinal de contas, os pensamentos de morte ou suicídio causados pela doença podem levar a pessoa à morte.

Vale ressaltar que além do tratamento médico, o apoio social é muito importante para o controle e superação da doença.

Se você tem apresentado ideações suicidas procure ajuda. Você pode recorrer também ao Centro de Valorização da Vida (CVV de maneira gratuita através do número 188, que oferece apoio emocional e de prevenção do suicídio.

Sua vida importa, procure ajuda.

Fonte: Revista Saúde

Centro de Valorização da Vida (CVV)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *