fbpx

Você sabe a diferença entre ansiedade e medo?

A ansiedade é uma sensação desagradável, uma inquietação interna, uma preocupação exagerada com o futuro. Isso tudo vem acompanhado de sensações corporais como a boca seca, aperto no peito, coração acelerado, suores, calafrios, tremores, formigamentos, tensão muscular, insônia.
No medo esses sintomas são desencadeados por um objeto específico, ou seja, essa sensação desagradável vem frente a uma ameaça real ou percebida. Na ansiedade existe uma antecipação desta ameaça.
Medo e ansiedade são sensações muito comuns e agem como uma sinalização de perigo desencadeando uma resposta adequada e bem adaptada.

E quando a ansiedade passa a ser um problema?

A ansiedade passa a ser um problema quando essas sensações passam a ser disfuncionais e trazem prejuízos ou sofrimentos importantes. O fundamental é diferenciar o que é o medo e ansiedade normal e o que é o transtorno de ansiedade e para isso verificamos o grau de prejuízo ocasionado.
Para existir um diagnóstico de transtorno de ansiedade deve haver um prejuízo significativo ou interferência no funcionamento. Os transtornos de ansiedade se diferenciam do medo ou da ansiedade normal por serem excessivos ou persistirem além de períodos adequados.

E quem pode te ajudar a identificar se você tem um transtorno de ansiedade?

A avaliação do quanto o medo ou a ansiedade são excessivos ou fora de proporção é feita por nós psiquiatras durante a consulta, levando em conta fatores contextuais e culturais de cada pessoa. Quando necessário solicitamos exames laboratoriais para avaliar se os sintomas não são causados por alguma condição clinica como alteração da tireoide, diabetes, etc.

E quais são os tipos de transtorno de ansiedade?

Os transtornos de ansiedade são classificados de acordo com a forma como eles se manifestam em:  Transtorno de pânico, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de estresse pós-traumático, transtorno de estresse agudo, fobia social, transtorno de ansiedade de separação, mutismo seletivo e as fobias específicas.

Acompanhe no blog da Pleni as próximas semanas, pois vamos falar um pouco de cada um destes transtornos.

Dantieli Freitas

About Dantieli Freitas

Dantieli Freitas é formado em medicina pela Universidade Federal de Uberlândia fez residência médica em psiquiatria também na Universidade Federal de Uberlândia. É membro da Associação Brasileira de Psiquiatria. Atua na Pleni dedicando-se à psiquiatria geral de adultos.

18 thoughts on “Você sabe a diferença entre ansiedade e medo?

  1. Ana Valeria

    Sinto muita ansiedade por algo novo. Desisti de um trabalho no segundo dia de experiência, por temer não dar conta do recado. Me senti insegura e impotente diante dessa situação, por isso resolvi desistir, coisa que também não me deixou confortável.
    Se precisar dirigir, eu vou. Mesmo com medo. Mas se precisar ir de novo, já sinto o medo novamente. Quando termino de fazer uma ação que tinha medo, não quero ter que repeti-la. Já por medo de sentir medo.
    O que seria isso exatamente?

    Reply
  2. Pingback: Pharmacokinetic Screening in USA

  3. Pingback: UK Chat Rooms

  4. Pingback: Pharmacokinetic Screening services in dogs

  5. Pingback: non-GLP PK studies

  6. Pingback: Creative Tinge

  7. Pingback: Rodent PK study

  8. Pingback: Free Teen Chat

  9. Pingback: فروش سگ مالینویز

  10. Pingback: kiln dried logs

  11. Pingback: cheap web hosting

  12. Pingback: http://www.wein-grandinger.de

  13. Pingback: International Moving Company

  14. Pingback: web design services peterborough

  15. Pingback: Outsourcing PK studies

  16. Pingback: Pop zu diesen Jungs

  17. Pingback: in vivo pharmacokinetic properties

  18. Pingback: GVK bio sciences Hyderabad

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *